Liverpool: Destino para quem quer economizar e mergulhar no Inglês!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Na hora de escolher onde estudar Inglês no exterior, logo se lembra de cidades famosas como Londres, Nova York, Toronto, Dublin, Los Angeles ou Sydney. São, todas elas, realmente grandes destinos que oferecem uma ótima rotina cultural e turística para os estudantes do mundo todo, de todos os costumes e culturas. Mas é bem verdade também que há dois fatores que podem boicotar o sucesso do seu intercâmbio nessas cidades: ou possuem muitos estudantes brasileiros nas salas de aula (o que pode comprometer a prática do idioma no dia-a-dia), ou têm um custo de vida altíssimo (em alguns dos casos, os dois fatores!).

Planejar o intercâmbio na Inglaterra, por exemplo, tem um panorama bem diferente quando o candidato que estiver pesquisando os custos locais de uma cidade como Londres, que tem um custo de vida elevadíssimo, ou mesmo as icônicas Cambridge e Oxford, que apresentam custos altos de moradia e alimentação.

Dicas em LiverpoolA cidade de Liverpool, com quase 500 mil habitantes, é um destino que se encaixa perfeitamente na proposta de intercâmbio e imersão no idioma. De mobilidade fácil, a cidade oferece tudo o que o estudante procura para aproveitar a estadia no exterior: programação cultural excelente, escolas com ótimo mix de nacionalidades, ótimas opções turísticas – Londres fica a 2 horas e meia de trem, e Manchester é cidade vizinha, onde se chega em 30 minutos! – e, o mais importante, custo de vida baixo.

De acordo com as comparações de preços**, o preço do passe mensal de transporte público é 54% maior em Londres do que em Liverpool, o ingresso para o cinema 25% de diferença, o quilo da batata e do tomate mais de 35%, e o aluguel de imóveis mais de 60%!

Além da diferença de preços, o fácil acesso na cidade também contribui bastante para a economia dos gastos. A maioria dos estudantes acaba optando por residências estudantis (veja a acomodação The Arch, por exemplo), que estão próximas à escola e ao centro da cidade. Essas acomodações têm bom preço e o estudante pode fazer tudo a pé pela cidade, inclusive quando vai sair à noite para os pubs, cinemas e eventos noturnos.

Mesmo em uma estadia de curta duração, a diferença de preços na rotina diária, pode ser a diferença entre ter uma experiência cultural mais enriquecedora e com mais conforto, além de garantir que o estudante possa economizar para pagar todas as despesas do investimento inicial.

 

** dados do comparador Numbeo (www.numbeo.com)